Setembro 20, 2021

Nuveen Infraestructure lança novo produtor de energia BNZ para desenvolver 1 GW de energia solar no sul da Europa

A gestora de fundos líder em energia limpa na Europa, Nuveen Infraestructure lança a BNZ, uma nova empresa produtora de energia, para desenvolver, construir e operar projetos de energia solar fotovoltaica no sul da Europa.

A BNZ pretende alcançar uma capacidade instalada de 1 GW em Portugal, Espanha e Itália até 2024, dos quais os primeiros 350 MW estão em avançada fase de desenvolvimento pela Glennmont.

O principal objetivo da empresa é a produção de energia 100% renovável para ajudar a atingir um futuro com baixo teor em carbono, com um foco na geração de energia solar fotovoltaica e com potencial para a expansão futura para outras tecnologias como o armazenamento de baterias e o hidrogénio.

A BNZ constituirá uma parte fundamental do portefólio de investimentos do Clean Energy Fund III da Glennmont e já obteve autorização para construir os seus primeiros projetos de energia solar fotovoltaica em cada um dos principais mercados.

Para Scott Lawrence, co-fundador da Glennmont Partners e membro do Conselho de Administração da BNZ, “lançamento da BNZ representa o mais recente desenvolvimento da expansão da Glennmont no sul da Europa. Portugal, Itália e Espanha são mercados prioritários para a BNZ com um forte potencial de crescimento nas tecnologias de geração de renováveis como a energia solar fotovoltaica. A experiência das nossas equipas em operações e gestão de ativos nestas geografias vai assegurar que somos capazes de identificar e assegurar valor nos nossos investimentos.

“A BNZ é um negócio adaptado à procura dos nossos investidores, ajudando a lutar contra as alterações climáticas e assegurando o cumprimento dos mais rigorosos critérios de ESG, ao mesmo tempo que oferece uma visão de longo prazo com retornos estáveis e previsíveis nos investimentos. Neste sentido, o Clean Energy Fund III da Glennmont e a BNZ aderiram aos Princípios de Investimento Responsável das Nações Unidas, além de cumprirem com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) das Nações Unidas”, acrescenta Scott Lawrence.

Em março de 2021, a Glennmont foi adquirida pela Nuveen, gestora global com 1,3 biliões de dólares em ativos, o que vai permitir à Glennmont concretizar os seus objetivos de angariar mais fundos de renováveis e encontrar novos investimentos nas principais tecnologias – eólica offshore, eólica onshore e solar fotovoltaica – nos seus principais mercados europeus bem como na Ásia-Pacífico e Estados Unidos.

Related news

17 Julho 2024

Meet the Team – Irene Alonso

Read More

19 Junho 2024

A inauguração das primeiras centrais fotovoltaicas do portfólio da BNZ em Cádis, Espanha, na comunicação social

Read More

19 Junho 2024

BNZ inaugura duas centrais solares fotovoltaicas de 74 MW em Cádis (Andaluzia)

Read More