Maio 23, 2024

Meet the Team – Samantha Pellegrino

MEET THE TEAM – SAMANTHA PELLEGRINO

  1. Qual é a sua posição na BNZ?

Na BNZ sou responsável por criar e gerir modelos financeiros, sejam eles processos de tomada de decisão, modelos de gestão operacional ou modelos de avaliação de desempenho.

  1. Há quanto tempo trabalha no setor das energias renováveis?

Comecei a trabalhar neste setor graças à oportunidade que a BNZ me deu. Olhando para trás, é uma escolha que eu tomaria novamente sem hesitar.

  1. Como considera que o setor tem mudado nos últimos anos?

O setor das energias renováveis tem tomado cada vez mais consciência de que é responsável por traçar o caminho para combater a poluição e as alterações climáticas e por garantir a independência energética e estabilidade político-económica na Europa.

Nos últimos anos, de facto, o sector energético europeu assistiu a uma mudança de direção necessária e muito importante para atingir os objetivos climáticos e de descarbonização estabelecidos pelo Pacto Ecológico para garantir ao consumidor final uma energia segura, sustentável, competitiva e acessível.

A produção de energia renovável tem crescido significativamente, tendo aumentado 48% entre 2011 e 2021. Ao mesmo tempo, registou-se uma redução significativa na produção de gás natural (-63%) e de produtos petrolíferos (aproximadamente -40%).

Além disso, embora a principal fonte de energia consumida na Europa continue a ser proveniente de combustíveis fósseis, a tendência é para reduzir a utilização desta energia em favor da utilização de energia proveniente de fontes renováveis.

  1. Quais são os principais desafios para o setor nos próximos anos?

Diria que os maiores desafios para o sector vêm de duas frentes diferentes. Por um lado, do ponto de vista legislativo, os governos terão de agir para incentivar e apoiar o desenvolvimento da produção de energias renováveis e a penetração no mercado da energia. Por outro lado, temos de continuar a sensibilizar o mercado, com especial atenção para alguns sectores específicos, como o sector dos transportes e o dos consumidores privados. Já foram dados passos importantes em termos de sensibilização, mas é necessário e possível ir mais longe.

  1. O que diferencia a BNZ dos seus concorrentes?

O desejo de fazer as coisas “corretamente”, de trabalhar bem e para o bem das comunidades e do ambiente.

  1. Onde imagina a BNZ nos próximos 5 anos?

Daqui a 5 anos, imagino a BNZ como um IPP líder na Europa, uma referência para as melhores práticas do mercado.

  1. Que países estão a fazer maiores investimentos na energia fotovoltaica?

A par dos grandes gigantes da energia solar, muitos países do sul da Europa, como Itália, Espanha e Portugal, estão a fazer grandes investimentos neste sector.

  1. Que pedido faria à administração pública para promover as energias renováveis?

Penso que é essencial que as administrações locais disponham de regulamentações totalmente alinhadas com os objetivos da política europeia.

No entanto, por seu lado, a Europa terá de implementar mecanismos de incentivo à procura para fixar os preços e, assim, tornar o investimento em energias renováveis atrativo para o mercado.

  1. E ao resto da população?

Os cidadãos devem fazer a sua parte, fazendo escolhas conscientes e eco-sustentáveis no seu dia a dia.

  1. O que faz no seu quotidiano para reduzir a sua pegada de carbono?

Acredito que cada pequeno gesto é importante, então eu tento usar o transporte público sempre que possível. Também opto por comprar em lojas que têm um compromisso com o meio ambiente e promovem práticas éticas, comprando alimentos em pequenos comércios, assim apoiando o comércio local.

 

Em detalhe

  • Um passatempo: Palavras cruzadas e Sudoku. Adoro fazer ioga e nadar (melhor ainda se o puder fazer mergulho no mar).
  • Um país para visitar: O mundo, o meu desejo de viajar é infinito.
  • Uma cidade para viver: Londres. Apesar de não ser a minha terra natal, quanto estou em Londres sinto-me em casa. É um autêntico caldeirão de muitas culturas diferentes e uma cidade tão vibrante onde nunca nos podemos aborrecer.
  • Um animal: O leão.
  • Um filme: À Procura da Felicidade.
  • Um livro: Uma Viagem Chamada Vida – Banana Yoshimoto.
  • Um tipo de gastronomia: Sou uma foodie, adoro experimentar tudo.
  • Uma cor: Verde, como a calma.

Related news

16 Abril 2024

BNZ vai desenvolver quatro projetos fotovoltaicos em Almería com uma capacidade total instalada de 182 MWp

Read More

16 Abril 2024

BNZ inicia a construção de uma central solar fotovoltaica de 34,5MW em Jaén

Read More

14 Março 2024

Desafiar ventos económicos

Read More